Sled Blog

Conteúdos de qualidade para o varejo deslizar em um mundo sem atrito entre as transações financeiras

BG 4.png

5 dicas para reduzir os custos operacionais no caixa

Atualizado: 13 de jul.


Blog Sled
Economia • 6 de Ago de 2021


Todo gestor financeiro que atua no varejo sabe como é importante reduzir cada centavo desnecessário em despesas fixas. Com isso em mente, é possível, ao final do mês — ou do ano — ter economizado milhares de reais.


Como já falamos neste artigo sobre como reduzir os custos operacionais na loja de modo geral, é possível sermos ainda mais criteriosos quando o assunto é custo operacional no caixa. Um dos locais mais importantes da loja, o caixa — ou PDV — é o local onde as compras são finalizadas e o lucro acumulado. Em lojas com dezenas ou até centenas de PDVs, os gestores financeiros e varejistas têm a missão de garantir que todos os PDVs funcionem perfeitamente. Porém, à primeira vista, muitas vezes, esse funcionamento vem atrelado a custos inegociáveis.


A boa notícia, porém, é que é possível reduzir os custos operacionais no caixa e, ao mesmo tempo, aumentar a qualidade do serviço oferecido ao consumidor e superar suas expectativas. Para saber como reduzir suas despesas no caixa, confira essas 5 dicas!


1 — Reduza as sangrias de caixa


Extremamente custosa, a sangria de caixa é um procedimento ainda comum no varejo, mas que pode, facilmente, ser eliminada do caixa.

Ao invés de ser apenas um procedimento de “retirada de dinheiro”, a sangria exige uma logística complexa no estabelecimento, como: a contagem de moedas e cédulas manualmente, a separação do dinheiro e o transporte, além do tempo perdido tanto do operador e do fiscal quanto dos clientes que precisam aguardar na fila — geralmente insatisfeitos — enquanto a sangria é realizada. Assim, uma dica para acabar de vez com as sangrias é oferecer uma solução de saque no PDV. Ao sacarem pequenas quantias direto no caixa, seus clientes ajudam a diminuir as sangrias realizadas já que o dinheiro não acumula na gaveta. Como consequência, seus custos com as despesas relacionadas com sangrias são eliminados. Perfeito, não é?


2 — Otimize o tempo do operador


Todo mundo sabe que tempo é dinheiro. No dia a dia de trabalho isso é ainda mais evidente, não é mesmo? Por isso, otimizar o tempo do seu operador é essencial para reduzir seus custos operacionais no caixa. Para fazer isso, siga estes passos:


  • Foque em treinamentos que ajudam a evitar erros durante o dia a dia da operação;


  • Estimule o troco digital, que evita a busca por moedas;


  • Diminua as sangrias de caixa.


3 — Diminua as filas de atendimento


Diminuir as filas de atendimento é um ganha-ganha mágico. Isso porquê, ao diminuir as filas você estimula que mais clientes comprem na sua loja, otimiza o tempo dos operadores de caixa e, é claro, garante a satisfação dos seus clientes.

Para isso:


  • Tenha um número suficiente de PDVs em funcionamento;


  • Novamente: diminua as sangrias de caixa.


  • Facilite o checkout.


4 — Automatize o fechamento de caixa


A contagem manual de dinheiro torna o caixa ainda mais lento e gera prejuízos financeiros para o varejista. Ao automatizar seus PDVs você estará agilizando ainda mais a operação. Para isso, tenha um sistema de frente de caixa integrado.


5 — Ofereça troco digital


Por fim, e muito importante, o troco digital é responsável por diminuir consideravelmente os custos operacionais no caixa. Ofereça uma solução de troco digital no caixa e ganhe em troca;


  • Economia: Elimine custos com transporte de valores e a correria na busca por moedas. Com uma solução de troco digital, como a Sled Troco, você reduz em até 90% a sua quebra de caixa, e não precisa mais realizar promoções em sua loja em troca de moedas.


  • Otimização: Economize os preciosos minutos do seu dia que você gasta preparando Kit troco. Com a Sled Troco, toda a sua operação é automatizada: fechamento de caixa, liquidação e conciliação. Assim, o tempo de atendimento é reduzido em até 8s e o fechamento de caixa diminui 5min.


  • Fidelização: Em mais de 66% dos estabelecimentos, clientes exigem o troco mesmo sendo de pequeno valor. São frequentes relatos da insatisfação de consumidores devido à não devolução do troco ou mesmo o tempo na fila esperando pelas moedinhas.


E então, o que achou dessas 5 dicas? Preparado para colocá-las em prática hoje mesmo? E se você quiser saber mais sobre fechamento de caixa, acesse este material e saiba tudo sobre o assunto!




Assuntos

  • Economia

0 visualização0 comentário